Home / jorge admin (page 34)

jorge admin

Regards sur le cinema libanais (1990-2010)

O cinema libanês do período pós-guerra conhece até hoje uma existência agitada: falta de estruturas de produção e exploração, censura, desinteresse por parte do Estado. No entanto, ele conseguiu sobreviver e forjar uma identidade. Através de uma leitura minuciosa dos temas abordados (guerra, status da cidade de Beirute, exílio, história …

Read More »

A imagem-câmera

O livro A imagem-câmera (Papirus, 2012), de Fernão Pessoa Ramos, pretende pensar o campo cinematográfico centrando-se na flexão que a mediação da máquina câmera impõe à sua imagem. A exposição é desenvolvida a partir de três conceitos básicos: o sujeito que sustenta a câmera na tomada, as potencialidades reflexas da …

Read More »

El mundo invisible de Hayao Miyazaki

El mundo invisible de Hayao Miyazaki (Dolmen, 2012) ofrece todas las claves para entender su modo de ver la animación, la industria y, en definitiva, su universo cinematográfico. Este extenso y completísimo análisis aborda su filmografía desde un punto de vista tan clarividente como imaginativo. En esta completa monografía, la …

Read More »

As armas da crítica: antologia do pensamento de esquerda

Quase cem anos depois da primeira revolta proletária bem-sucedida no mundo, a Revolução Russa, quando a palavra “revolução” de certo modo se banaliza e alguns chegam a proclamar o fim da história, a Boitempo Editorial publica uma antologia que reúne alguns dos principais textos “clássicos” do pensamento marxista. As armas …

Read More »

Netos, histórias com identidade

A TV pública argentina lançou uma série de filmes, intitulada Netos, histórias com identidade. Através de testemunhos dos protagonistas, a série conta a história de filhos de desaparecidos/assassinados durante a ditadura militar argentina (1976/1983), que recuperaram sua identidade e foram devolvidos a suas famílias biológicas. Estimula, também, os jovens que …

Read More »

O ano em que sonhamos perigosamente

O novo livro do filósofo esloveno Slavoj Žižek, O ano em que sonhamos perigosamente, (Boitempo, 2012) oferece uma análise crítica de 2011, “o ano em que sonhamos perigosamente”, como já aponta o título, e no qual emergiu uma série de mobilizações globais de caráter contestatório. A obra dá continuidade ao …

Read More »