Home / Contos / Um vampiro adolescente

Um vampiro adolescente

Um vampiro adolescente

Porque aquilo tinha que estar acontecendo com ele, justamente com ele, dentre tantos, dentre todos, perguntava-se. Como tantos, como todos, experimentara o constrangimento dos pelos pipocando por toda parte e o nojo da acne; percebera, um tanto quanto assustado, o crescimento inesperado e quase descontrolado do seu membro; notara que as meninas, até então objeto de desprezo, tinham algo a oferecer, que era bom este algo e poderia ser ainda melhor; comprara revistinhas, filmes e CD-ROMs pornográficos, descobrira e se deleitara com o amor à sós; tivera sonhos molhados e gostara de ter. Por tudo que tantos e todos passavam, que todos seus amigos e primos estavam passando, passara, ainda estava passando e ainda haveria de passar por algum tempo. Mas, porque aquilo estava acontecendo com ele e só com ele, porque tinha que passar por aquilo, exatamente por aquilo, justamente ele, isto ele não conseguia entender, e muito menos aceitar.

Continuar lendo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *