201706.26
0
0

“Este pesadelo que não tem fim”, novo livro de Pierre Dardot e Christian Laval

cecauchemar


La pesadilla que no acaba nunca (Gedisa) é o último livro traduzido para o castelhano, ainda não publicado no Brasil, do par intelectual formado pelos franceses Christian Laval (sociólogo) e Pierre Dardot (filósofo). O título faz referência ao fato de que a crise mais grave em muitas décadas não trouxe consigo uma transformação substancial do capitalismo (como aconteceu em 1929), mas a radicalização de sua forma neoliberal.


Esta intensificação da lógica neoliberal – que coloniza as instituições públicas, as relações entre os seres e o interior de nós mesmos – ameaça agora, inclusive, as formas mais ‘light’ da democracia (democracia eleitoral, liberal-representativa). A crise é a oportunidade perfeita para lançar uma autêntica “guerra política” contra todos os obstáculos que freiam o aprofundamento da lógica do benefício.


É urgente e vital esboçar um novo tipo de pensamento e ação transformadora-revolucionária capaz de estar à altura do desafio que o “devir-mundo do capital” apresenta. Segundo Laval e Dardot, a alternativa não passa por renovar a soberania e a social-democracia, mas pelas “políticas do comum”. Ou seja, as práticas de democracia radical que fazem de cada um de nós um agente ativo na configuração da realidade.


Leia a entrevista de Amador Fernández-Savater, publicada originalmente por Rebelión, em 21 de junho. A tradução é do CEPAT (UNISINOS).