Home / Crônicas e Poemas / Nosso destino, poesia de Vinicius Comoti

Nosso destino, poesia de Vinicius Comoti

jaguaras

hoje não vai ter cacoetes

que voe a cutucada junto com outras amarras

com as lentes de uma geração calcada em pó e pique

faz de conta que nós éramos os protagonistas da chanchada

feita de apenas um plano: um travelling infinito

massageando nossa esclerose como nossa virtude

quitutes que já venham descascados da rebordose

sendo a sua corruptela o bafo do bunda mole sem mocó pra ficar

  é só carcaça que resta do muquirana

é só desgraça que reina em seus ideogramas

 é cada vez maior o barato para a vida toda

e o regaço do seu aposento.

 

Check Also

Haicais eróticos de Johny Guimarães

… A  santa  levanta  a  saia Velas  acesas  no  altar – A  celebração  da  punheta. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *