201707.18
0
0

A reversão da austeridade acaba com a depressão? de Michael Roberts, tradução de Eleutério F. S. Prado

Foram as políticas de austeridade que causaram a Grande Recessão? Sem tais políticas não teria ocorrido a depressão ou a estagnação das principais economias capitalistas? Se algo desse tipo ocorreu, isso significa que as políticas dos governos “austeros” foram apenas loucuras? Elas estavam inteiramente baseadas em mera ideologia em má teoria econômica?


Para os keynesianos, a resposta é ‘sim’ para todas essas perguntas. E eles dominam – como bem se sabe – o pensamento da esquerda e do movimento operário na formulação de alternativas às políticas pró-capitalistas. Se os keynesianos estão certos, então a Grande Recessão, assim como a consequente depressão, poderia ter sido evitada por meio de “estímulos fiscais suficientes”. A economia capitalista poderia ter sido instigada por meio de mais gastos do governo e mais déficits orçamentários (ou seja, sem equilibrar as contas do governo e sem se preocupar com crescente nível das dívidas públicas).


Leia o texto na íntegra.